O levantamento dos bens do ativo imobilizado ocorreu de forma incorreta. E agora?

O reinventário deve ser colocado em pratica visando mitigar problemas com a qualidade dos serviços.

De certa forma, ouvimos frases como essa de forma comum em alguns clientes, mas há soluções, vamos ver a seguir:

O planejamento incorreto! Muitas vezes a falta de conhecimentos técnicos e o excesso de confiança, acabam por fazer com que gestores definam a realização de projetos de Inventario e Avaliação Patrimonial (levantamentos físicos do Ativo Imobilizado), sem que seja definido de forma correta o projeto que se deseja com o Inventário. Definir quais informação, quais parâmetros, entre outros, são pontos cruciais nessa etapa.

A falta de experiência dos membros da equipe! Definir um projeto e escalar uma equipe volumosa, não necessariamente irá garantir a eficácia na realização, é importante que tanto a equipe tática quanto a operacional estejam alinhadas com o projeto e tenham conhecimentos técnicos para sua realização.

A interrupção do projeto! Projetos realizados de forma orgânica muitas vezes são interrompidos para a realização de tarefas internas da empresa, entretanto, como as operações da empresa ocorrem de forma contínua, com a movimentação de bens, o levantamento patrimonial pode com certeza estar comprometido, caso não haja a conscientização e a comunicação de forma efetiva com os organizadores do projeto.

Como realizar a Avaliação dos bens? Após todo o levantamento dos bens a segunda parte da Avaliação dos Ativos, requer conhecimentos técnicos, e não pode simplesmente ser designada para colaboradores com a melhor das intenções, pois há a probabilidade de definições ocorrerem de forma incorreta, comprometendo toda a importância do projeto.

Há como reverter essa situação sem perder o que foi feito?

Definir uma reunião com os coordenadores da empresa que organizaram o projeto e que por “N” razões não conseguiram de forma efetiva conclui-lo, todo o cenário é analisado de forma profissionalizada, para que um plano de ação possa ser colocado em pratica e a continuidade e aproveitamento dos processos anteriores não sejam descartados, entretanto, cuidados devem ser ressaltados, para que não sejam “contaminados” por vícios da implementação anterior.

A importância de definir especialistas na realização. Experiências anteriores em projetos dos mais complexos, dão toda segurança na realização de novos projetos, e a complexidade aumenta quando as empresas tem mais de uma planta e bens de grande expressividade e em muitos casos fabricados ou produzidos internamente.


Por: Walber Almeida Xavier de Sousa.


Fonte: Portal Contábeis


2 visualizações0 comentário
Botão WhatsApp.png